Logomarca - Valor Consulting
Logomarca - Valor Consulting

Siga nas redes sociais:

Quais são as faltas (ou ausências) justificadas que o empregado pode dar sem desconto no seu salário?

Resumo:

Estamos listando nesse Roteiro quais são as faltas (ou ausências) justificadas que o empregado pode dar sem desconto no seu respectivo salário. Faremos isso em formato de tabela para facilitar o entendimento, bem como a consulta.

Hashtags: #clt, #jornadaTrabalho, #faltaJustificada, #faltaInjustificada, #acidenteTrabalho, #alistamentoEleitoral, #casamento, #ferias, #gestante, #greve, #licencaMaternidade, #licencaPaternidade, #preNatal, #professor, #servicoEleitoral, #servicoMilitar,

Postado em: - Área: Direito do trabalho.

1) Introdução:

No Roteiro de Procedimentos intitulado "Jornada de trabalho: Faltas justificadas e injustificadas" analisamos de forma detalhada as faltas justificadas e injustificadas, bem como seus reflexos nas férias, no 13º Salário e no cálculo dos respectivos encargos trabalhistas do empregado.

Já no presente Roteiro decidimos publicar de forma resumida uma tabela com a lista de faltas (ou ausências) justificadas que o empregado pode dar sem desconto no seu respectivo salário, visando facilitar seu entendimento e consulta.

Vale mencionar que as faltas justificadas, conceitualmente falando, são àquelas ausências do empregado ao trabalho que não acarretam a perda da remuneração do período. Essas faltas podem ser abonadas em decorrência de lei, norma coletiva ou por determinação do empregador em virtude de regulamento da empresa ou contrato de trabalho (1).

Nota Valor Consulting:

(1) Existem ainda as chamadas faltas injustificadas, entendidas como tal àquelas que não estão previstas em lei, e a empresa pode decidir por descontar o dia do empregado, já que por lei ela não é obrigada a abonar a ausência. Um exemplo dessa situação é a falta para comparecimento a uma reunião escolar do filho, nesse caso, como não há previsão legal para que o empregador abone a ausência, poderá ele decidir pelo desconto do respectivo dia.

Base Legal: Consolidação das Leis do Trabalho - CLT/1943 (Checado pela Valor em 09/10/21).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

2) Tabela de faltas justificadas:

Motivo da faltaDuração da ausênciaBase legal
Acidentes em meios de transporte, quando devidamente comprovados mediante atestado da empresa concessionária. pelo período de atraso. Art. 12, § 3º do Decreto nº 27.048/1949
Aprendizagem. no período de frequência ao curso. arts. 62 e 64 do Decreto nº 9.579/2018
Acidente do trabalho ou doença atestada pelo INSS. no período de afastamento, inclusive os 15 primeiros dias pagos pelo empregador. art. 131, III da CLT/1943
art. 60 da Lei nº 8.213/1991
Art. 75 do RPS/1999
Acompanhamento de filho de até 6 (seis) anos em consulta médica. por 1 (um) dia por ano. art. 473, XI da CLT/1943
Alistamento eleitoral. até 2 (dois) dias consecutivos ou não. art. 473, V da CLT/1943
Comparecimento como parte na Justiça do Trabalho. no período necessário. Súmula TST 155
Comparecimento como jurado no Tribunal do Jurú. no período necessário. Art. 441 do CPP/1941
Comparecimento em juízo. pelo tempo que se fizer necessário. art. 473, VIII da CLT/1943
Casamento. até 3 (três) dias consecutivos. art. 473, II da CLT/1943
Doação voluntária de sangue devidamente comprovada. por um dia, em cada 12 (doze) meses de trabalho. art. 473, IV da CLT/1943
Exame vestibular para ingresso em estabelecimento de ensino superior. nos dias em que estiver comprovadamente realizando provas. art. 473, VII da CLT/1943
Falecimento de:
cônjuge;
ascendente (pai, mãe, avô, avó, etc.);
descendente (filho(a), neto(a), etc.);
irmão (ã); ou
pessoa que, declarada em sua CTPS, viva sob sua dependência econômica.
até 2 (dois) dias consecutivos. art. 473, I da CLT/1943
Faltas justificadas pelo empregador. no período justificado pelo empregador. art. 131, caput, IV da CLT/1943
Férias. no período correspondente às férias. art. 129 da CLT/1943
Futuro pai, para acompanhamento de consultas médicas e exames complementares durante o período de gravidez de sua esposa ou companheira. até 2 (dois) art. 473, X da CLT/1943
Gestante. no mínimo, 6 consultas médicas e demais exames complementares. art. 392, § 4º, II da CLT/1943
Greve, desde que tenha acordo, convenção, laudo arbitral ou decisão da Justiça do Trabalho sobre a manutenção dos direitos trabalhistas aos grevistas. pelo período da paralização. Lei nº 7783/1969
Licença-maternidade (nascimento de filho). por 120 dias, prorrogáveis por mais 14 dias, mediante atestado médico ou; 14 dias, em caso de aborto não criminoso. art. 392 da CLT/1943
arts. 71 e 71-A da Lei nº 8.213/1991
Licença-paternidade (nascimento de filho)
Observação: O entendimento predominante é que a contagem desses dias são corridos. Porém, a Instrução Normativa SRT nº 1/1988 definiu que a licença deve ser entendida como ampliação do antigo 1 (um) dia para 5 (cinco), assim, a contagem deve ser em dias úteis.
por 5 (cinco) dias. art. 7º, XIX da CF/1988
art. 10, § 1º do ADCT
art. 473, III da CLT/1943
Professor, no caso de faltas por casamento ou de luto em consequência de falecimento do cônjuge, pai mãe ou filho. por 9 das. art. 320, § 3º da CLT/1943
Realização de exames preventivos de câncer devidamente comprovada. até 3 (três) dias, em cada 12 (doze) meses de trabalho. art. 473, XII da CLT/1943
Representante de entidade sindical, quando estiver participando de reunião oficial de organismo internacional do qual o Brasil seja membro. pelo tempo que se fizer necessário. art. 473, IX da CLT/1943
Representante dos empregados como conciliadores nas Comissões de Conciliação Prévia (CCP). no período de atuação. art. 625-B, § 2º da CLT/1943
Representantes dos trabalhadores no Conselho Curador do FGTS. no período de atuação. art. 3º, § 7º da Lei nº 8.036/1990
Representantes dos trabalhadores no Conselho Nacional de Previdência (CNP). no período de atuação. art. 3º, § 6º da Lei nº 8.213/1991
Serviço eleitoral. o dobro dos dias de convocação. art. 365 da Lei nº 4.737/1965
art. 98 da Lei nº 9.54/1997
Serviço militar. no período de tempo em que tiver de cumprir as exigências do serviço. art. 473, VI da CLT/1943
Suspensão preventiva para responder a inquérito administrativo ou de prisão preventiva, quando for impronunciado ou absolvido. pelo período da suspensão. art. 131, caput, V da CLT/1943
Testemunhas, quando devidamente arroladas ou convocadas. no período necessário para seu comparecimento para depor. art. 822 da CLT/1943
art. 463, § único do CPC/2015
art. 459 c/c o art. 441 CPP/1941
Motivos diversos devidamente previstos em acordo, convenção ou dissídio coletivo de trabalho. pelos dias correspondentes. norma coletiva correspondente
Base Legal: Art. 473 da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT/1943 (Checado pela Valor em 09/10/21).
Informações Adicionais:

Este material foi escrito no dia pelo(a) Valor Consulting e está atualizado até a doutrina e legislação vigente em (data da sua última atualização), sujeitando-se, portanto, às mudanças em decorrência das alterações doutrinárias e legais.

Lembramos que não é permitido a utilização dos materiais aqui publicados para fins comerciais, pois os mesmos estão protegidos por direitos autorais. Também não é permitido copiar os artigos, materias e arquivos do Portal Valor Consulting para outro site, sistema ou banco de dados para fins de divulgação em sites, revistas, jornais, etc. de terceiros sem a autorização escrita dos proprietários do Portal Valor Consulting.

A utilização para fins exclusivamente educacionais é permitida, desde que indicada a fonte:

"Valor Consulting. Quais são as faltas (ou ausências) justificadas que o empregado pode dar sem desconto no seu salário? (Área: Direito do trabalho). Disponível em: https://www.valor.srv.br/artigo.php?id=1166&titulo=quais-sao-as-faltas-ou-ausencias-justificadas-que-o-empregado-pode-dar-sem-desconto-no-seu-salario. Acesso em: 12/08/2022."

ACOMPANHE AS ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

Despachante aduaneiro

Analisaremos no presente Roteiro de Procedimentos os requisitos e procedimentos para o exercício das profissões de despachante aduaneiro e de ajudante de despachante aduaneiro, de que trata a Instrução Normativa RFB nº 1.209/2011. (...)

Roteiro de Procedimentos atualizado em: .

Área: Direito do trabalho


Convenção coletiva e acordo coletivo de trabalho

O presente Roteiro de Procedimentos visa apresentar aos nossos leitores a diferença entre convenção coletiva e acordo coletivo de trabalho, bem como as condições para a celebração de cada um, suas vigências, a recusa às negociações por parte de sindicatos e empresas, entre outros pontos não menos importantes. Este material se funda na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT/1943) e em outras normas esparsas, todas devidamente citadas no decorrer do texto. (...)

Roteiro de Procedimentos atualizado em: .

Área: Direito do trabalho


Trabalho intermitente

Analisaremos no presente Roteiro de Procedimentos às disposições previstas na legislação trabalhista para o contrato de trabalho firmado na modalidade de intermitente, o qual foi introduzido nessa legislação pela Lei nº 13.467/2017 (Reforma Trabalhista). Para tanto, utilizaremos como fonte de estudo a mencionada lei, bem como a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT/1943). Vale mencionar que o trabalho intermitente é àquele no qual a prestação de serviços, rea (...)

Roteiro de Procedimentos atualizado em: .

Área: Direito do trabalho


HIV e Aids: Discriminação na contratação e na manutenção do emprego

No presente Roteiro de Procedimentos examinaremos a Portaria MTP nº 671/2021(DOU de 11/11/2021) que estabelece, entre outros pontos não menos importantes, orientações sobre o combate à discriminação relacionada ao Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) e a Síndrome da imunodeficiência adquirida (Aids) nos locais de trabalho. (...)

Roteiro de Procedimentos atualizado em: .

Área: Direito do trabalho


Jornada de Trabalho: Trabalho a tempo parcial

Trabalho em regime de tempo parcial é aquele cuja duração não exceda a 30 (trinta) horas semanais, sem a possibilidade de horas suplementares semanais, ou, ainda, aquele cuja duração não exceda a 24 (vinte e seis) horas semanais, com a possibilidade de acréscimo de até 6 (seis) horas suplementares semanais. Estudaremos no presente Roteiro de Procedimentos os aspectos trabalhista e previdenciário que envolvem a contratação de empregados em regime de trabalho a tem (...)

Roteiro de Procedimentos atualizado em: .

Área: Direito do trabalho


Disponível sistema que permite pedir benefício por incapacidade sem passar pela perícia presencial

Ministério do Trabalho e Previdência e INSS disponibilizam a partir desta quarta-feira (3) sistema que permite aos segurados do instituto entrar com o pedido de benefício por incapacidade temporária (antigo auxílio-doença) sem a necessidade de passar por um atendimento pericial. Um teste já foi feito e, como a documentação tinha todos os requisitos necessários, o benefício foi concedido logo após a análise do perito médico federal. O segurado que desejar cada (...)

Notícia postada em: .

Área: Trabalhista (Trabalhista)


Audiência pública da SIT discute Anexos de Agentes Químicos das NR-09 e NR-15

A Subsecretaria de Inspeção do Trabalho (SIT) do Ministério do Trabalho e Previdência, promoverá em julho audiência pública virtual sobre a inclusão de anexos sobre Agentes Químicos, Cancerígenos e Apêndices de Benzeno e Asbesto na Norma Regulamentadora n° 9 e dos anexos sobre agentes químicos da Norma Regulamentadora n° 15. No dia 5 serão tratadas as questões de prevenção, previstas na NR-09, e no dia 6 serão debatidos os assuntos de insalubridade, tratado (...)

Notícia postada em: .

Área: Trabalhista (Trabalhista)


Empresa é condenada por não assegurar uso de nome social a trabalhador transgênero

Uma empresa de telemarketing foi condenada a pagar indenização por danos morais a um empregado transgênero por não autorizá-lo a usar nome social nos sistemas corporativos. Na sentença, a juíza substituta da 3ª Vara do Trabalho de São Paulo, Fórum da Zona Leste, Rhiane Zeferino Goulart, pontua que é “dever do empregador assegurar a ampla possibilidade do uso do nome social às pessoas trans, travestis e transexuais, nos seus registros funcionais, sistemas e docum (...)

Notícia postada em: .

Área: Trabalhista (Trabalhista)


Motivo de desligamento não é mais anotado na Carteira de Trabalho

Uma portaria publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (6) alterou alguns pontos da legislação trabalhista. Entre as mudanças mais relevantes está a retirada da obrigação de informar na Carteira de Trabalho o motivo de desligamento do trabalhador. Há também algumas alterações que, segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, envolvem “apenas procedimentos internos” da pasta. A Portaria nº 1.486 altera a portaria anterior (Portaria nº 6 (...)

Notícia postada em: .

Área: Trabalhista (Trabalhista)


Governo publica medida provisória para regulamentar o trabalho remoto

O governo federal apresentou na sexta-feira (25) duas medidas provisórias (MP) para regulamentar o trabalho remoto, promover mudanças no auxílio-alimentação e também com ações como a antecipação de férias ou benefícios como abono para os trabalhadores, em caso de ocorrência de situação de calamidade. As medidas fazem parte do Programa Renda e Oportunidade e, segundo o governo, visam ajudar na retomada da economia. Como as MPs têm força de lei, elas começa (...)

Notícia postada em: .

Área: Trabalhista (Trabalhista)


CFC solicita à RFB a prorrogação da entrega do módulo SST para janeiro de 2023

O Conselho Federal de Contabilidade (CFC) enviou o Ofício nº 035/2022 CFC-Direx, nesta quinta-feira (13), à Receita Federal do Brasil (RFB) solicitando a atualização do calendário de implantação do eSocial, referente à quarta fase do projeto. A preocupação da autarquia está relacionada a problemas que envolvem o módulo de Saúde e Segurança no Trabalho (SST). Um dos pedidos do CFC é, inclusive, que o órgão prorrogue para 2023 a obrigatoriedade da transmiss (...)

Notícia postada em: .

Área: Trabalhista (Trabalhista)


Entenda as mudanças para regras no vale-alimentação e no vale-refeição

Assinado pelo presidente Jair Bolsonaro em 10 de novembro, o Decreto nº 10.854/2021 agregou e simplificou algumas instruções trabalhistas, entre elas o uso de vale-alimentação e refeição. Segundo o novo instrumento, estabelecimentos que aceitam receber vale-alimentação não devem fazer distinção entre as bandeiras das operadoras dos cartões. A norma diz também que as empresas não podem firmar parcerias economicamente vantajosas, como descontos em taxas ou rec (...)

Notícia postada em: .

Área: Trabalhista (Trabalhista)


Ajude o Portal:

Me chamo Raphael AMARAL, sou o idealizador desse Portal. Aqui, todas as publicações são de livre acesso e gratuitas, sendo que a ajuda que recebemos dos leitores é uma das nossas poucas fontes de renda. Devido aos altos custos, estamos com dificuldades em mantê-lo, assim, pedimos sua ajuda.

Doações via Pix:

Que tal a proposta: Acessou um conteúdo e gostou, faça um Pix para nos ajudar:

Doações mensais:

Cadastre-se na lista de doadores mensais. A doação é realizada através de ambiente seguro, protegido e pode ser cancelada a qualquer momento:



Transferências bancárias e parcerias:

Se prefirir efetuar transferência bancária, entre em contato pelo fale Conosco e solicite os dados bancários. Também estamos abertos para parcerias.

Resumo dos indicadores econômicos e financeiros
Indicador Órgão Jul/21 Ago/21 Set/21 Out/21 Nov/21 Dez/21 Jan/22 Fev/22 Mar/22 Abr/22 Mai/22 Jun/22 Jul/22 Ago/22
Indicadores Econômicos (em porcentagem)
ICV DIEESE 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00
IPC-M FGV 0,83 0,75 1,19 1,05 0,93 0,84 0,42 0,33 0,86 1,53 0,35 0,71 -0,28
IPC-DI FGV 0,92 0,71 1,43 0,77 1,08 0,57 0,49 0,28 1,35 1,08 0,50 0,67 -1,19
IPC-10 FGV 0,70 0,88 0,93 1,26 0,79 1,08 0,40 0,39 0,47 1,67 0,54 0,72 0,42
IPA-M FGV 0,71 0,66 -1,21 0,53 -0,29 0,95 2,30 2,36 2,07 1,45 0,45 0,30 0,21
IPA-DI FGV 1,65 -0,42 -1,17 1,90 -1,16 1,54 2,57 1,94 2,80 0,19 0,55 0,44 -0,32
IPA-10 FGV -0,07 1,29 -0,76 -0,77 1,31 -0,51 2,27 2,51 1,44 2,81 -0,08 0,47 0,57
INCC-M FGV 1,24 0,56 0,56 0,80 0,71 0,30 0,64 0,48 0,73 0,87 1,49 2,81 1,26
INCC-DI FGV 0,85 0,46 0,51 0,86 0,67 0,35 0,71 0,38 0,86 0,95 2,28 2,14 0,86
INCC-10 FGV 1,37 0,79 0,43 0,53 0,95 0,54 0,50 0,61 0,34 1,17 0,74 3,29 1,26
IGP-M FGV 0,78 0,66 -0,64 0,64 0,02 0,87 1,82 1,83 1,74 1,41 0,52 0,59 0,21
IGP-DI FGV 1,45 -0,14 -0,55 1,60 -0,58 1,25 2,01 1,50 2,37 0,41 0,69 0,62 -0,38
IGP-10 FGV 0,18 1,18 -0,37 -0,31 1,19 -0,14 1,79 1,98 1,18 2,48 0,10 0,74 0,60
IPC FIPE 1,02 1,44 1,13 1,00 0,72 0,57 0,74 0,90 1,28 1,62 0,42 0,28 0,16
IPP IBGE 1,86 1,89 0,25 2,26 1,46 -0,08 1,20 0,54 3,12 2,08 1,81 1,00
IPCA-15 IBGE 0,72 0,89 1,14 1,20 1,17 0,78 0,58 0,99 0,95 1,73 0,59 0,69 0,13
IPCA IBGE 0,96 0,87 1,16 1,25 0,95 0,73 0,54 1,01 1,62 1,06 0,47 0,67 -0,68
INPC IBGE 1,02 0,88 1,20 1,16 0,84 0,73 0,67 1,00 1,71 1,04 0,45 0,62 -0,60
Indicadores Financeiros (em porcentagem)
Poupança Bacen 0,2446 0,2446 0,3012 0,3575 0,4412 0,4902 0,5608 0,5000 0,5976 0,5558 0,6671 0,6491 0,6639
TBF Bacen 0,3798 0,4248 0,4221 0,5046 0,5927 0,7191 0,7609 0,7272 0,8678 0,8159 0,9776 0,9496 0,9844
TJLP Bacen 0,4067 0,4067 0,4067 0,4433 0,4433 0,4433 0,5067 0,5067 0,5067 0,5683 0,5683 0,5683 0,5842 0,5842
TR Bacen 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0000 0,0488 0,0605 0,0000 0,0971 0,0555 0,1663 0,1484 0,1631
CDI Cetip 0,3556 0,4279 0,4420 0,4860 0,5868 0,7691 0,7323 0,7550 0,9271 0,8343 1,0346 1,0153 1,0349
Selic RFB 0,36 0,43 0,44 0,49 0,59 0,77 0,73 0,76 0,93 0,83 1,03 1,02 1,03
Indicadores diversos (em Reais)
UPC Bacen 23,54 23,54 23,54 23,54 23,54 23,54 23,55 23,55 23,55 23,59 23,59 23,59 23,67 23,67
Minimo Federal 1.100,00 1.100,00 1.100,00 1.100,00 1.100,00 1.100,00 1.212,00 1.212,00 1.212,00 1.212,00 1.212,00 1.212,00 1.212,00 1.212,00
Teto INSS Federal 6.433,57 6.433,57 6.433,57 6.433,57 6.433,57 6.433,57 7.087,22 7.087,22 7.087,22 7.087,22 7.087,22 7.087,22 7.087,22 7.087,22
UFESP Sefaz/SP 29,09 29,09 29,09 29,09 29,09 29,09 31,97 31,97 31,97 31,97 31,97 31,97 31,97 31,97
Resumo dos indicadores econômicos e financeiros
Indicador Órgão Abr/22 Mai/22 Jun/22 Jul/22 Ago/22
Indicadores Econômicos (em porcentagem)
ICV DIEESE 0,00 0,00 0,00 0,00
IPC-M FGV 1,53 0,35 0,71 -0,28
IPC-DI FGV 1,08 0,50 0,67 -1,19
IPC-10 FGV 1,67 0,54 0,72 0,42
IPA-M FGV 1,45 0,45 0,30 0,21
IPA-DI FGV 0,19 0,55 0,44 -0,32
IPA-10 FGV 2,81 -0,08 0,47 0,57
INCC-M FGV 0,87 1,49 2,81 1,26
INCC-DI FGV 0,95 2,28 2,14 0,86
INCC-10 FGV 1,17 0,74 3,29 1,26
IGP-M FGV 1,41 0,52 0,59 0,21
IGP-DI FGV 0,41 0,69 0,62 -0,38
IGP-10 FGV 2,48 0,10 0,74 0,60
IPC FIPE 1,62 0,42 0,28 0,16
IPP IBGE 2,08 1,81 1,00
IPCA-15 IBGE 1,73 0,59 0,69 0,13
IPCA IBGE 1,06 0,47 0,67 -0,68
INPC IBGE 1,04 0,45 0,62 -0,60
Indicadores Financeiros (em porcentagem)
Poupança Bacen 0,5558 0,6671 0,6491 0,6639
TBF Bacen 0,8159 0,9776 0,9496 0,9844
TJLP Bacen 0,5683 0,5683 0,5683 0,5842 0,5842
TR Bacen 0,0555 0,1663 0,1484 0,1631
CDI Cetip 0,8343 1,0346 1,0153 1,0349
Selic RFB 0,83 1,03 1,02 1,03
Indicadores diversos (em Reais)
UPC Bacen 23,59 23,59 23,59 23,67 23,67
Minimo Federal 1.212,00 1.212,00 1.212,00 1.212,00 1.212,00
Teto INSS Federal 7.087,22 7.087,22 7.087,22 7.087,22 7.087,22
UFESP Sefaz/SP 31,97 31,97 31,97 31,97 31,97