Receita de prestação de serviços

Resumo:

No presente Roteiro de Procedimentos demonstraremos como contabilizar as receitas decorrentes da prestação de serviços, bem como dos tributos incidentes nessa prestação. Para tanto, utilizaremos os princípios contábeis atualmente vigentes e as normas emanadas pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) e pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

Hashtags: #manualContabilidade #contabilizacao #tratamentoContabil #prestacaoServico

Postado em: - Área: Manual de lançamentos contábeis.

1) Receita de prestação de serviços:

Através de um exemplo prático demonstraremos aos nossos leitores como contabilizar as receitas decorrentes da prestação de serviços, bem como dos tributos incidentes nessa prestação. Porém, inicialmente, convém verificar as disposições do Pronunciamento Técnico CPC 47 - Receita de contrato com cliente, o qual possui a seguinte redação em seu item 47:

Determinação do preço da transação

47. A entidade deve considerar os termos do contrato e suas práticas de negócios usuais para determinar o preço da transação. O preço da transação é o valor da contraprestação à qual a entidade espera ter direito em troca da transferência dos bens ou serviços prometidos ao cliente, excluindo quantias cobradas em nome de terceiros (por exemplo, alguns impostos sobre vendas). A contraprestação prometida em contrato com o cliente pode incluir valores fixos, valores variáveis ou ambos.

Da leitura desse item constatamos que o preço da transação é o valor da contraprestação a qual a entidade espera ter direito em troca dos serviços prometidos ao cliente, excluindo as quantias cobradas em nome de terceiros, como, por exemplo, alguns impostos incidentes sobre vendas.

Para um melhor entendimento dos procedimentos contábeis a serem observados quando do registro da receita de prestação de serviços, vamos imaginar a empresa fictícia Vivax Assistência Técnica Ltda., empresa prestadora de serviços que atua no seguimento de manutenção de computadores e periféricos. Suponhamos que a Vivax faça a manutenção de 10 (dez) computadores para um determinado cliente e cobre pelos serviços o valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais) com vencimento em 30 (trinta) dias.

No que se refere aos tributos incidentes na prestação desses serviços, vamos considerar que a Vivax apura o Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) pelo regime do Lucro Real, estando, por tanto, sujeito aos seguinte tributos:

  1. Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), de competência Municipal;
  2. PIS/Pasep, no regime não cumulativo, de competência Federal; e
  3. Cofins, no regime não cumulativo, de competência Federal.

Importante mencionar que a contabilização dos referidos tributos deverá ser efetuada simultaneamente ao registro do faturamento dos serviços, tendo como contrapartida contas próprias de "Tributos a Recolher", no Passivo Circulante (PC), bem como com observância do Regime da Competência Contábil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Considerando as informações passadas teremos a emissão da seguinte Nota Fiscal de prestação de serviços:

Campo da NFValor (R$)
Valor dos serviços:2.000,00
Base de Cálculo do ISSQN (valor dos serviços):2.000,00
Valor do ISSQN (Valor do produto X 5%) (1):100,00
Base de Cálculo do PIS/Pasep (valor dos serviços):2.000,00
Valor do PIS/Pasep (Valor dos serviços X 1,65%):33,00
Base de Cálculo da Cofins (valor dos serviços):2.000,00
Valor da Cofins (Valor dos serviços X 7,6%):152,00
Total da NF:2.000,00

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na contabilização da receita de prestação de serviços o prestador, no caso a empresa Vivax, deverá efetuar os seguintes lançamentos contábeis:

Pelo reconhecimento da receita de prestação de serviços à prazo, conf. Nota Fiscal nº XXXXXX, de DD/MM/AAAA:

D - Clientes (AC) _ R$ 2.000,00 (2) (3)

C - Receita Bruta de Prestação de Serviços (CR) _ R$ 2.000,00


Pelo registro do ISSQN incidente sobre a prestação de serviços, conf. Nota Fiscal nº XXXXXX, de DD/MM/AAAA:

D - ISSQN sobre Serviços (CR) _ R$ 100,00

C - ISSQN a Recolher (PC) _ R$ 100,00


Pelo registro do PIS/Pasep incidente sobre a prestação de serviços, conf. Nota Fiscal nº XXXXXX, de DD/MM/AAAA:

D - PIS/Pasep sobre Serviços (CR) _ R$ 33,00

C - PIS/Pasep a Recolher (PC) _ R$ 33,00


Pelo registro da Cofins incidente sobre a prestação de serviços, conf. Nota Fiscal nº XXXXXX, de DD/MM/AAAA:

D - Cofins sobre Serviços (CR) _ R$ 152,00

C - Cofins a Recolher (PC) _ R$ 152,00


Legenda:

AC: Ativo Circulante;

CR: Conta de Resultado; e

PC: Passivo Circulante.

Como podemos observar, considerando o item 47 do Pronunciamento Técnico CPC 47 - Receita de contrato com cliente, o Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) e as contribuições para o PIS/Pasep e para a Cofins incidentes sobre a receita de prestação de serviços foram registrados em contas próprias de resultado, cujos saldos, na Demonstração do Resultado do exercício (DRE), figuram como parcelas redutoras da receita bruta para a determinação da receita líquida. A contrapartida desse lançamento será a respectiva conta de "Tributos a Recolher (PC)".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por ocasião do recebimento do valor correspondente aos serviços prestados, a Vivax deverá efetuar o seguinte lançamento contábil:

Pela contabilização do recebimento da venda efetuada em DD/MM/AAAA, através da Nota Fiscal XXXXXX

D - Caixa ou Bco. c/ Mvto. (AC) _ R$ 2.000,00

C - Clientes (AC) _ R$ 2.000,00


Legenda:

AC: Ativo Circulante.

Notas Valor Consulting:

(1) Para fins ilustrativos, estamos assumindo que a referida prestação de serviços está sujeita a alíquota de 5% (cinco por cento) de ISSQN. Em uma situação real, nosso leitor deverá verificar junto à Prefeitura de sua cidade qual é a alíquota efetiva que a prestação está sujeita.

(2) Na hipótese de pagamento à vista, a contrapartida da "Receita Bruta de Prestação de Serviços (CR)" será a conta "Caixa ou Bco. c/ Mvto. (AC)" ao invés da conta "Clientes (AC)", nos seguintes moldes:

Pela contabilização do recebimento da venda efetuada em DD/MM/AAAA, através da Nota Fiscal XXXXXX:

D - Caixa ou Bco. c/ Mvto. (AC)

C - Clientes ou Contas a Receber ou Duplicatas a Receber (AC)

(3) Na hipótese do recebimento da receita ocorrer com prazo superior a 12 (doze) meses após a data do Balanço Patrimonial (BP), o prestador dos serviços deverá utilizar a conta de "Clientes" do grupo Ativo Não Circulante (ANC), nos seguintes moldes:

Pelo reconhecimento da receita de prestação de serviços à prazo e com vencimento superior a 12 (doze) meses após a data do Balanço Patrimonial, conf. Nota Fiscal nº XXXXXX, de DD/MM/AAAA: (2)

D - Clientes ou Contas a Receber ou Duplicatas a Receber (ANC)

C - Receita Bruta de Prestação de Serviços (CR)

Base Legal: Deliberação CVM nº 762/2016; Item 47 do Pronunciamento Técnico CPC nº 47 e; Norma Brasileira de Contabilidade - NBC TG 47 (Checado pela Valor em 16/03/23).

Agradecimento:

Me chamo Raphael, AMARAL, fundador deste Portal que a anos vem buscando ajudar administradores, advogados, contadores e demais interessados através de publicações técnicas de primeira qualidade e 100% gratuitos. São anos de estudos compartilhados com nossos amigos leitores.

Bom, estou aqui para agradecer seu acesso... Obrigado de coração, se não fosse você não teria motivação para continuar com esse trabalho... Bora com a Valor Consulting escalar conhecimento.

Doações via Pix:

Gosta do conteúdo?, que tal fazer um Pix, de qualquer valor, para ajudar a manter o Portal funcionando:

  • Chave Pix: pix@valor.srv.br

Doações mensais:

Cadastre-se na lista de doadores mensais. A doação é realizada através de ambiente seguro, protegido e pode ser cancelada a qualquer momento:



1.1) Recebimento de adiantamento:

Na hipótese do prestador do serviço receber adiantamento do seu cliente, a contabilização do adiantamento deverá ser efetuada da seguinte forma:

Adiantamento recebido do cliente __________, pela prestação futura de serviços:

D - Caixa ou Bco. c/ Mvto. (AC)

C - Adiantamento de Cliente (PC)


Pelo reconhecimento da receita de prestação de serviços, conf. Nota Fiscal nº XXXXXX, de DD/MM/AAAA:

D - Adiantamento de Cliente (PC)

C - Receita Bruta de Prestação de Serviços (CR)


Pelo registro do ISSQN incidente sobre a receita de prestação de serviços, conf. Nota Fiscal nº XXXXXX, de DD/MM/AAAA:

D - ISSQN sobre Receita de Prestação de Serviços (CR)

C - ISSQN a Pagar (PC)


Pelo registro do PIS/Pasep incidente sobre a prestação de serviços, conf. Nota Fiscal nº XXXXXX, de DD/MM/AAAA:

D - PIS/Pasep sobre Serviços (CR)

C - PIS/Pasep a Recolher (PC)


Pelo registro da Cofins incidente sobre a prestação de serviços, conf. Nota Fiscal nº XXXXXX, de DD/MM/AAAA:

D - Cofins sobre Serviços (CR)

C - Cofins a Recolher (PC)


Legenda:

AC: Ativo Circulante;

CR: Conta de Resultado; e

PC: Passivo Circulante.

Base Legal: Deliberação CVM nº 762/2016; Item 47 do Pronunciamento Técnico CPC nº 47 e; Norma Brasileira de Contabilidade - NBC TG 47 (Checado pela Valor em 16/03/23).
Informações Adicionais:

Este material foi escrito no dia pelo(a) Valor Consulting e está atualizado até a doutrina e legislação vigente em (data da sua última atualização), sujeitando-se, portanto, às mudanças em decorrência das alterações doutrinárias e legais.

Lembramos que não é permitido a utilização dos materiais aqui publicados para fins comerciais, pois os mesmos estão protegidos por direitos autorais. Também não é permitido copiar os artigos, materias e arquivos do Portal Valor Consulting para outro site, sistema ou banco de dados para fins de divulgação em sites, revistas, jornais, etc. de terceiros sem a autorização escrita dos proprietários do Portal Valor Consulting.

A utilização para fins exclusivamente educacionais é permitida, desde que indicada a fonte:

"Valor Consulting. Receita de prestação de serviços (Área: Manual de lançamentos contábeis). Disponível em: https://www.valor.srv.br/artigo.php?id=1281&titulo=receita-de-prestacao-de-servicos. Acesso em: 27/03/2023."

ACOMPANHE AS ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF)

No presente Roteiro de Procedimentos analisaremos todos os procedimentos relacionados à geração e entrega da Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF), obrigação acessória a ser entregue à Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB) para confessar e informar os tributos e contribuições federais que são apurados pela pessoa jurídica por meio de programas geradores específicos. Para tanto, utilizaremos como fonte principal de estu (...)

Roteiro de Procedimentos atualizado em: .

Área: IRPJ e CSLL


Material de uso e/ou consumo

Analisaremos no presente Roteiro de Procedimentos o tratamento fiscal aplicável às operações realizadas com mercadorias destinadas ao uso e/ou consumo do contribuinte adquirente. Para tanto, utilizaremos como base de estudo as disposições do Regulamento do ICMS (RICMS/2000-SP), aprovado pelo Decreto nº 45.490/2000, a Lei Complementar nº 87/1996 (Lei Kandir), que dispõe sobre o ICMS a nível nacional, bem como outras fontes citadas ao longo do trabalho. (...)

Roteiro de Procedimentos atualizado em: .

Área: ICMS São Paulo


Financiou imóveis ou outros bens em 2022? Veja como declarar no imposto de renda

Os financiamentos imobiliários com caderneta de poupança e FGTS somaram R$ 240,8 bilhões em 2022 e tiveram o segundo melhor resultado da série histórica, de acordo com a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). Quem decidiu investir em imóveis no ano passado e contribuiu para essa soma agora precisa declarar a aquisição do imóvel à Receita Federal por meio da declaração de imposto de renda – o que também val (...)

Notícia postada em: .

Área: Tributário Federal (Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF))


IR 2023: inclusão de idosos como dependentes exige cuidado na hora declarar

Uma das possibilidades para ampliar as deduções na hora declarar o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) é a inclusão de dependentes idosos, opção que exige atenção redobrada, pois, ao invés de reduzir o imposto a pagar ou aumentar a restituição a receber, a relação de pais, avós e bisavós como dependentes na declaração pode ter o efeito contrário. Por lei, é permitido incluir pais, avós e bisavós que tenham recebido rendimentos – tributá (...)

Notícia postada em: .

Área: Tributário Federal (Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF))


Prazo máximo para renovação do contrato de locação comercial é de cinco anos

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) entendeu que, independentemente do prazo de vigência inicial do contrato de locação comercial, a renovação deverá ter o máximo de cinco anos e poderá ser requerida novamente pelo locatário ao final do período. "Permitir a renovação por prazos maiores, de dez, quinze, vinte anos, poderia acabar contrariando a própria finalidade do instituto, dadas as sensíveis mudanças de conjuntura econômica, (...)

Notícia postada em: .

Área: Judiciário (Direito em geral)


Motorista de ônibus de Goiânia receberá horas extras por atividades feitas no trajeto da viagem

O tempo despendido no exercício das atividades de checklist, abastecimento, embarque e desembarque de passageiros é tempo de trabalho efetivo e deve ser remunerado como extraordinário quando ultrapassada a jornada legal. Essa foi a decisão da Segunda Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (GO) no julgamento de um recurso ordinário de um motorista de ônibus. Ele questionou a sentença do Juízo da 10ª Vara do Trabalho de Goiânia (GO) que havia (...)

Notícia postada em: .

Área: Judiciário (Direito trabalhista)


Empresa gaúcha deve manter plano de saúde de auxiliar de serviços gerais aposentada por invalidez

A Quarta Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (RS) determinou o restabelecimento do plano de saúde de uma auxiliar de serviços gerais aposentada por invalidez. A decisão manteve a sentença do juiz Vinícius de Paula Löblein, da Vara do Trabalho de Carazinho. Além da restituição do benefício, ela deverá receber indenização de R$ 5 mil, por danos morais, em razão da suspensão indevida. Em caso de não cumprimento, a multa diária foi fix (...)

Notícia postada em: .

Área: Judiciário (Direito trabalhista)


Secretaria da Fazenda avança na simplificação das obrigações tributárias com a eliminação da GIA

O secretário da Fazenda e Planejamento, Samuel Kinoshita, encaminhou na sexta-feira (10) ao governador do Estado, Tarcísio de Freitas, uma alteração no regulamento do ICMS para desburocratizar as obrigações acessórias aos contribuintes, por meio da dispensa gradativa da Guia de Informação e Apuração do ICMS (GIA). A medida significa grande avanço e foi debatida junto a entidades da contabilidade paulista, com o objetivo de promover a racionalização das (...)

Notícia postada em: .

Área: Tributário Estadual (ICMS São Paulo)


Drawback interno

Examinaremos no presente Roteiro de Procedimentos a suspensão do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) previsto para compras de insumos no mercado nacional destinados à industrialização de produtos a serem exportados posteriormente, incentivo fiscal conhecido no mundo tributário como Drawback interno. (...)

Roteiro de Procedimentos atualizado em: .

Área: Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI)


Receita de prestação de serviços

No presente Roteiro de Procedimentos demonstraremos como contabilizar as receitas decorrentes da prestação de serviços, bem como dos tributos incidentes nessa prestação. Para tanto, utilizaremos os princípios contábeis atualmente vigentes e as normas emanadas pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) e pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC). (...)

Roteiro de Procedimentos atualizado em: .

Área: Manual de lançamentos contábeis


Crédito fiscal do ICMS: Aquisição de combustíveis

Analisaremos no presente Roteiro de Procedimentos as hipóteses de aproveitamento de crédito fiscal do ICMS por ocasião da aquisição de combustíveis por estabelecimento contribuinte do imposto. Para tanto, utilizaremos como base de estudo o Regulamento do ICMS (RICMS/2000-SP), aprovado pelo Decreto nº 45.490/2000, bem como outras fontes citadas ao longo do trabalho. (...)

Roteiro de Procedimentos atualizado em: .

Área: ICMS São Paulo


Prorrogada a entrada em produção dos eventos de processo trabalhista

A versão de produção do eSocial será atualizada para a S-1.1 em 16/01/2023, conforme previsto. Contudo, os eventos relativos ao envio das informações referentes aos processos trabalhistas só serão disponibilizados para envio a partir de 1º/04/2023, data a partir da qual a GFIP correspondente será substituída pela DCTFWeb. A Instrução Normativa que trata da substituição da GFIP-Reclamatória pela DCTFWeb deverá ser alterada pela RFB para estabelece (...)

Notícia postada em: .

Área: Trabalhista (eSocial)


Trabalhadora mineira será indenizada após sofrer piadas gordofóbicas ao solicitar para ligar o ar-condicionado

Dia 4 de março - Dia Mundial da Obesidade. A data é uma oportunidade para se discutir a discriminação contra pessoas gordas, prática preconceituosa que afeta diferentemente a honra, a autoestima e a autoimagem. A prática de gordofobia no ambiente de trabalho tem gerado ações trabalhistas, motivadas por discriminação em razão do peso. Em muitos casos, em que fica provada a prática discriminatória, a Justiça do Trabalho tem reconhecido o direito de inden (...)

Notícia postada em: .

Área: Judiciário (Direito trabalhista)


STF suspende decisões que afastam novas alíquotas do PIS/Cofins sobre receitas financeiras

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a suspensão da eficácia de decisões judiciais que, de forma expressa ou tácita, tenham afastado a aplicação de decreto presidencial que restabeleceu os valores das alíquotas de contribuição para o PIS/Pasep e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) incidentes sobre receitas financeiras de pessoas jurídicas sujeitas ao regime de apuração não cumulat (...)

Notícia postada em: .

Área: Judiciário (Direito tributário)


Funcionária de Goiás obtém dano moral após empresa noticiar ajuizamento de ação trabalhista

A Primeira Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (GO), em decisão unânime, deferiu indenização por danos morais a uma trabalhadora em razão de a empresa para a qual ela prestou serviço ter confessado que noticiou, à suposta futura empregadora, o ajuizamento de ação trabalhista pela ex-funcionária. Prevaleceu o entendimento no sentido de que tal conduta gerou dano à dignidade e à honra da trabalhadora, uma vez que a ré agiu de forma teme (...)

Notícia postada em: .

Área: Judiciário (Direito trabalhista)


Hospital de Joinville deve pagar adicional de insalubridade a copeira que servia pacientes

Um hospital do município de Joinville (SC) terá que pagar adicional de insalubridade em grau médio (20% sobre o salário) para uma copeira que servia alimentos a pacientes internados. Em decisão unânime, a Primeira Câmara do Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região (SC) entendeu que, apesar de a funcionária não adentrar em áreas de isolamento, o simples contato com internos seria suficiente para a obtenção do direito. Durante a vigência do contra (...)

Notícia postada em: .

Área: Judiciário (Direito trabalhista)