Logomarca - Valor Consulting
Logomarca - Valor Consulting

Siga nas redes sociais:

Lista completa de códigos dos bancos brasileiros

Responsável: Banco Central do Brasil.

O código do banco (ou número do banco) é necessário para enviar ou receber transferências entre diferentes instituições financeiras (bancos, cooperativas de créditos, etc.), bem como para descontar cheques. Podemos citar como exemplo, a transferência de dinheiro do Banco Bradesco para o Santander; do Banco do Brasil para o Itaú, etc. Portanto, o número do banco sempre será necessário quando você tentar fazer uma transferência via Documento de Ordem de Crédito (DOC) ou Transferência Eletrônica Disponível (TED).

Cada instituição possui seu próprio código que serve como um identificador entre os demais. Diferente do que muitos pensam, esse número não corresponde ao número da agência, mas sim ao código de compensação do banco.

Interessante observar que esse código é chamado de Código do Sistema de Operações Monetárias e Compensação de Outros papéis (COMPE), e trata-se de um número de 3 (três) dígitos que identifica a instituição financeira de destinatária das recursos.

Abaixo listamos o código de todos os bancos brasileiros e instituições financeiras cadastradas para receber transferências via DOC ou TED. A lista também inclui o Identificador do Sistema de Pagamento Brasileiro (ISPB), cujo código é utilizado por alguns bancos na hora de efetivar uma transferência interbancária.

Considerando que a lista é extensa dividimos em 4 (quatro) colunas, na primeira você encontra o código de 3 (três) dígitos que identifica a instituição financeira (banco), na segunda coluna o nome da instituição (nome fantasia) e na terceira o código ISPB da instituição. Por último, fizemos uma coluna especial, onde você pode acessar todas as tarifas bancárias cobradas pela respectiva instituição.

Vale mencionar que o ISPB é pouco utilizado hoje em dia, mas ainda é solicitado por algumas instituições financeiras, dentre elas o Banco do Brasil e algumas cooperativas de crédito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Caso necessário, utilize a busca! É possível pesquisar pelo nome do banco ou então pelo código do mesmo.

Código do
banco (*)
Nome da instituição Tipo ISPB Tarifas
do banco
406 Accredito Sociedade 37715993 Acessar
332 Acesso Sociedade 13140088 Acessar
117 Advanced Corretora Sociedade 92856905 Acessar
272 AGK Corretora de Câmbio Sociedade 00250699 Acessar
349 AL Bank Sociedade 27214112 Acessar
313 Amazônia Câmbio Sociedade 16927221 Acessar
065 Andbank Banco 48795256 Acessar
461 Asaas Sociedade 19540550 Acessar
188 Ativa Investimentos Sociedade 33775974 Acessar
080 B&T Câmbio Sociedade 73622748 Acessar
246 Banco ABC Brasil Banco 28195667 Acessar
075 Banco ABN AMRO Banco 03532415 Acessar
121 Banco Agibank Banco 10664513 Acessar
025 Banco Alfa Banco 03323840 Acessar
213 Banco Arbi Banco 54403563 Acessar
096 Banco B3 Banco 00997185 Acessar
024 Banco Bandepe Banco 10866788 Acessar
330 Banco Bari Banco 00556603 Acessar
318 Banco Bmg Banco 61186680 Acessar
017 Banco BNY Mellon Banco 42272526 Acessar
107 Banco BOCOM BBM Banco 15114366 Acessar
237 Banco Bradesco Banco 60746948 Acessar
741 Banco BRP Banco 00517645 Acessar
218 Banco BS2 Banco 71027866 Acessar
208 Banco BTG Pactual Banco 30306294 Acessar
413 Banco BV Banco 01858774 Acessar
250 Banco BVC Banco 50585090 Acessar
473 Banco Caixa Geral Banco 33466988 Acessar
412 Banco Capital Banco 15173776 Acessar
040 Banco Cargill Banco 03609817 Acessar
(*) Somente bancos podem possuir o número de código do banco.

Dicas importantes:

Como usar o código do banco?

É muito simples... No momento da transferência basta informar o código do banco ou o ISPB no internet banking ou aplicativo do seu banco. Para transferir recursos entre bancos distintos normalmente você vai precisar:

  1. código do banco de destino dos recursos ou seu ISPB;
  2. nome do banco do destinatário;
  3. agência (sem o dígito) do destinatário;
  4. conta (com o dígito) do destinatário;
  5. CPF ou CNPJ do destinatário;
  6. Tipo de conta: conta-corrente, poupança, investimento ou pagamento;
  7. Finalidade da operação: escolha na lista qual é a finalidade que mais se encaixa no motivo da transferência;
  8. valor da transferência.

O código do banco também é utilizado na compensação de cheques, porém, como essa forma de pagamento está caindo em desuso, podemos dizer que o código é utilizado principalmente nas transferências bancárias.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quando usar o ISPB em vez do código do banco?

O Identificador do Sistema de Pagamento Brasileiro (ISPB) possui oito dígitos e serve também para identificar a instituição financeira. Hoje em dia a maioria dos bancos utilizam apenas o código de 3 (três) dígitos para facilitar o dia a dia dos correntistas, no entanto, alguns bancos disponibilizam as duas opções na hora de fazer um DOC ou TED.

Tarifas bancárias:

Disponibilizamos em nosso sistema uma lista completa de tarifas bancárias cobradas por cada uma das instituições financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Cental do Brasil (Bacen). Acesse o link abaixo para conhecê-las. Você pode estudar o tema e pesquisar seu banco para conferir quais tarifas e valores estão sendo praticados:

ACOMPANHE AS ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

Norma Regulamentadora nº 6 (NR-6) - Equipamento de Proteção Individual - EPI

Os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), de que trata a Norma Regulamentadora (NR) nº 6, são todos os produtos ou dispositivos de uso individual que têm como finalidade proteger o colaborador dos riscos presentes no local de trabalho, visando garantir a segurança e integridade física de cada funcionário durante o desempenho das suas atividades laborais. Existem diversos tipos de EPI. Alguns exemplos são os cintos de segurança, roupas, botas de segur (...)

Roteiro de Procedimentos atualizado em: .

Área: Normas Regulamentadoras (NR)


Norma Regulamentadora nº 21 (NR-21) - Trabalhos a céu aberto

A Norma Regulamentadora nº 21 (NR-21) estabelece medidas preventivas, a serem adotadas pelas empresas, com a finalidade de proteger os trabalhadores dos males causados pelo trabalho a céu aberto. Ela exige medidas especiais que protejam os trabalhadores contra insolação excessiva, o calor, o frio, a umidade e os ventos inconvenientes. Determina a obrigatoriedade, em trabalho à céu aberto, da existência de abrigos, ainda que rústicos, capazes de proteger os (...)

Roteiro de Procedimentos atualizado em: .

Área: Normas Regulamentadoras (NR)


CFC solicita à RFB a prorrogação da entrega do módulo SST para janeiro de 2023

O Conselho Federal de Contabilidade (CFC) enviou o Ofício nº 035/2022 CFC-Direx, nesta quinta-feira (13), à Receita Federal do Brasil (RFB) solicitando a atualização do calendário de implantação do eSocial, referente à quarta fase do projeto. A preocupação da autarquia está relacionada a problemas que envolvem o módulo de Saúde e Segurança no Trabalho (SST). Um dos pedidos do CFC é, inclusive, que o órgão prorrogue para 2023 a obrigatoriedade da (...)

Notícia postada em: .

Área: Trabalhista (Trabalhista)


Teto da aposentadoria do INSS sobe para R$ 7.087

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebem mais de um salário mínimo terão aumento de 10,16% em 2022. O reajuste segue a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de janeiro a dezembro de 2021, divulgado hoje (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com o reajuste, o teto do INSS sobe de R$ 6.443,57 para R$ 7.087,22. O aumento de 10,16% vale para os demais benefícios d (...)

Notícia postada em: .

Área: Previdenciário (Benefícios previdenciários)


Mantida justa causa de motorista com CNH vencida que se envolveu em acidente em Belo Horizonte

Os julgadores da Nona Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (MG) confirmaram decisão do juízo da 31ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte, que validou a dispensa por justa causa aplicada por uma empresa de engenharia a um motorista. O trabalhador estava com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida quando se envolveu em acidente de trânsito com o veículo de grande porte que conduzia. As provas evidenciaram que houve condução inadequada (...)

Notícia postada em: .

Área: Judiciário (Direito trabalhista)


Teto do seguro-desemprego sobe para R$ 2.106,08 após reajuste

Desde ontem (11), o trabalhador demitido sem justa causa está recebendo um valor maior de seguro-desemprego. A tabela das faixas salariais usadas para calcular o valor da parcela seguiu o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 2021 e foi reajustada em 10,16%. Com a correção, o valor máximo do seguro-desemprego subirá de R$ 1.911,84 para R$ 2.106,08, diferença de R$ 194,24. O piso segue a variação do salário mínimo e aumenta de R$ 1,1 mil pa (...)

Notícia postada em: .

Área: Previdenciário (Previdenciário em geral)


Veja o calendário de pagamento do abono salarial de 2022

Cerca de 22 milhões de brasileiros recebem, neste ano, o abono salarial, com valor total de mais de R$ 20 bilhões, segundo o Ministério do Trabalho e Previdência. Trabalhadores do setor privado, inscritos no PIS, receberão o abono salarial deste ano no período de 8 de fevereiro a 31 de março, pela Caixa. Para servidores públicos, militares e empregados de estatais, inscritos no Pasep, o pagamento vai de 15 de fevereiro a 24 de março, pelo Banco do Brasil (...)

Notícia postada em: .

Área: Previdenciário (Previdenciário em geral)


Comissão de Valores Mobiliários (CVM) edita orientações acerca dos requisitos de publicação a serem observados nas demonstrações financeiras resumidas

Em face da evolução tecnológica e da migração dos conteúdos para a forma digital, o custo da publicação de demonstrações financeiras completas em jornais impressos se tornou objeto de críticas, especialmente considerando-se a exigência legal de divulgação simultânea das demonstrações financeiras resumidas em jornal de grande circulação editado na localidade em que esteja situada a sede da companhia e na página do mesmo jornal na internet, além d (...)

Notícia postada em: .

Área: Societário (Sociedades Anônimas (S/A))



Norma Regulamentadora nº 17 (NR-17) - Ergonomia

A Norma Regulamentadora (NR) nº 17 estabelece parâmetros que permitem a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, de modo a proporcionar um máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente. É a norma regulamentadora da ergonomia. Esta norma não diz respeito apenas a questões posturais, de posto de trabalho, de movimentos e equipamentos para execução das tarefas. Ao mencionar características psic (...)

Roteiro de Procedimentos atualizado em: .

Área: Normas Regulamentadoras (NR)


Norma Regulamentadora nº 24 (NR-24) - Condições sanitárias e de conforto nos locais de trabalho

A Norma Regulamentadora nº 24 (NR-24) estabelece as condições mínimas de higiene e de conforto a serem observadas pelas organizações, devendo o dimensionamento de todas as instalações regulamentadas pela mencionada NR ter como base o número de trabalhadores usuários do turno com maior contingente. Para efeitos da NR-24, trabalhadores usuários, doravante denominados trabalhador, é o conjunto de todos os trabalhadores no estabelecimento que efetivamente u (...)

Roteiro de Procedimentos atualizado em: .

Área: Normas Regulamentadoras (NR)


Norma Regulamentadora nº 23 (NR-23) - Proteção contra incêndios

A Norma Regulamentadora (NR) nº 23 determina que todos os empregadores devem adotar medidas de prevenção contra incêndios, em conformidade com a legislação estadual e as normas técnicas aplicáveis. (...)

Roteiro de Procedimentos atualizado em: .

Área: Normas Regulamentadoras (NR)


Empregado de siderúrgica do Espírito Santo receberá justa remuneração por invento industrial

A Terceira Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região (ES) manteve decisão da 12ª Vara do Trabalho de Vitória e garantiu o direito à justa remuneração ao trabalhador de uma empresa siderúrgica que desenvolveu inventos industriais durante o serviço, entre os anos de 1990 e 1995. O colegiado entendeu que deve haver uma compensação financeira pela criação. Naquele período, ocupando a função de supervisor de manutenção, o empregado criou (...)

Notícia postada em: .

Área: Judiciário (Direito trabalhista)


Entenda as mudanças para regras no vale-alimentação e no vale-refeição

Assinado pelo presidente Jair Bolsonaro em 10 de novembro, o Decreto nº 10.854/2021 agregou e simplificou algumas instruções trabalhistas, entre elas o uso de vale-alimentação e refeição. Segundo o novo instrumento, estabelecimentos que aceitam receber vale-alimentação não devem fazer distinção entre as bandeiras das operadoras dos cartões. A norma diz também que as empresas não podem firmar parcerias economicamente vantajosas, como descontos em ta (...)

Notícia postada em: .

Área: Trabalhista (Trabalhista)


Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP) em meio eletrônico será implementado a partir de janeiro de 2023

No intuito de adiar a implantação do PPP eletrônico para o mês de janeiro de 2023, o Ministério do Trabalho e Previdência informa que publicará, ainda este ano, uma alteração na Portaria MTP nº. 313, de 22 setembro de 2021. O adiamento tem como objetivo atender pleitos das empresas, em especial as optantes pelo Simples Nacional, as quais ainda estão em fase de adaptação ao eSocial, no que diz respeito aos eventos de Saúde e Segurança no Trabalho (S (...)

Notícia postada em: .

Área: Previdenciário (Previdenciário em geral)


Mariana: TRT da 3ª Região (MG) reconhece doença profissional em caso de profissional que desenvolveu estresse pós-traumático

O rompimento da barragem de rejeitos da exploração de minério de ferro de Fundão, em Mariana (MG), completa seis anos neste dia 5 de novembro. “Talvez quando morrer a gente esquece”. Essas foram as palavras de um motorista que trabalhava no dia do rompimento da barragem de Fundão, a perito designado pelo juízo para apurar a saúde mental do trabalhador. Em outro momento, o homem relatou que “(...) um colega pegou a perna de um colega falecido no trabalho (...)

Notícia postada em: .

Área: Judiciário (Direito trabalhista)


Agência Brasil explica como são calculados os juros

Os juros fazem parte do cotidiano financeiro da maioria das pessoas, seja para quem pega dinheiro emprestado ou para quem investe. Conhecer os tipos de juros pode ajudar a tomar decisões e fazer um planejamento financeiro adequado. Conforme o Banco Central (BC), os juros são como o preço do “aluguel” do dinheiro por um período de tempo, a remuneração paga a quem emprestou o dinheiro ou aplicou os recursos. Os bancos e outras instituições financeiras f (...)

Notícia postada em: .

Área: Finanças (Finanças pessoais)


Ajude o Portal:

Me chamo Raphael, sou o idealizador desse Portal. Aqui, todas as publicações são de livre acesso e gratuitas, sendo que a ajuda que recebemos dos leitores é uma das nossas poucas fontes de renda. Devido aos altos custos, estamos com dificuldades em mantê-lo, assim, pedimos sua ajuda.

Doações via Pix:

Que tal a proposta: Acessou um conteúdo e gostou, faça um Pix para nos ajudar:

Doações mensais:

Cadastre-se na lista de doadores mensais. A doação é realizada através de ambiente seguro, protegido e pode ser cancelada a qualquer momento:



Transferências bancárias e parcerias:

Se prefirir efetuar transferência bancária, entre em contato pelo fale Conosco e solicite os dados bancários. Também estamos abertos para parcerias.