Logomarca - Valor Logomarca - Valor Fale Conosco
Logomarca - Valor

Faça aqui uma busca em nosso Site:

Redes sociais:

Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais (GNRE e GNRE-Online)

Resumo:

Estudaremos no presente Roteiro de Procedimentos o disciplinamento para emissão da Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais (GNRE), modelo 23, e da Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais On-Line (GNRE On-Line), modelo 28. Pra tanto, utilizaremos como fonte principal de estudo os artigos 88 a 88-B do Convênio Sinief nº 6/1989.

1) Introdução:

A Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais (GNRE), modelo 23, foi instituída nacionalmente pelo artigo 88 do Convênio Sinief nº 6/1989, para que os contribuintes possam recolher os tributos devidos a Unidade Federada (UF) diversa do seu domicílio tributário, normalmente nas operações de vendas interestaduais sujeitas ao ICMS Substituição Tributária (ICMS-ST) (1). Posteriormente, o Ajuste Sinief nº 1/2010 acrescentou o artigo 88-A ao Convênio Sinief nº 6/1989, para instituir a Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais On-Line (GNRE-Online), modelo 28, com a mesma finalidade (2).

Vale mencionar que a diferença entre essas 2 (duas) GNREs estão no fato de que a GNRE é de emissão manual ("analógica", kkk) e a GNRE-Online é de emissão através da internet ("eletrônica", kkk). Está é uma modernização daquela!

No Estado de São Paulo, o disciplinamento da arrecadação de tributos por meio da GNRE foi ocorreu através da Portaria CAT nº 48/2002, que ainda trata do repasse e da prestação de contas pelos estabelecimentos bancários.

No presente Roteiro de Procedimentos analisaremos o disciplinamento para emissão dessas guias, no capítulo 2 analisaremos a GNRE e no capítulo 3 analisaremos a GNRE-Online. Esperamos que o material lhes sejam útil, e contem com a Valor Online para o que precisar!

Notas Valor Online:

(1) O GNRE também é utilizado para recolhimento do Diferencial de Alíquotas (Difal) em favor do Estado de destino, bem como para recolhimento de ICMS em diversas outras situações em que o imposto é devido para outra Unidade da Federação (UF).

(2) Registra-se que as disposições relativas à GNRE-Online não se aplicam aos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Base Legal: Arts. 88, caput e 88-A, caput do Convênio Sinief nº 6/1989 e; Prêmbulo e art. 1º da Portaria CAT nº 48/2002 (Checado pela Valor em 12/01/20).

2) GNRE:

Conforme comentado na introdução desse trabalho, o artigo 88 do Convênio Sinief nº 6/1989 instituiu a Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais (GNRE), modelo 23, que deverá ser utilizada para recolhimento de tributos devidos a Unidade Federada (UF) diversa da do domicílio do contribuinte. Essa guia conterá as seguintes informações:

CampoDescrição
Denominação"Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais - GNRE".
Campo 1Código da Unidade Federada (UF) favorecida, no caso de São Paulo 26-4.
Campo 2Código da Receita: será preenchido pelo contribuinte, conforme especificado em tabela impressa no verso da GNRE.
Campo 3CGC/CPF do contribuinte: será identificado o número do CGC/MF ou CPF/MF, conforme o caso.
Campo 4Nº do Documento de Origem: será identificado somente o número do auto de infração, do parcelamento, da inscrição como dívida ativa ou da declaração da importação, conforme o caso, atendendo as necessidades de cada UF.
Campo 5Período de Referência ou Nº Parcela: será indicado o mês e ano (no formato MM/AAAA) referente à ocorrência do fato gerador do tributo ou o número da parcela, quando se tratar de parcelamento.
Campo 6Valor Principal: será indicado o valor nominal histórico do tributo.
Campo 7Atualização Monetária: será indicado o valor da atualização monetária incidente sobre o valor principal.
Campo 8Juros: será indicado o valor dos juros de mora.
Campo 9Multa: será indicado o valor da multa de mora ou da multa aplicada em decorrência da infração.
Campo 10Total a Recolher: será indicado o valor do somatório dos campos 6 a 9.
Campo 11Reservado: para uso das UFs.
Campo 12Microfilme.
Campo 13UF Favorecida: será indicado o nome e a sigla da unidade da Federação favorecida.
Campo 14Data de Vencimento: indicar o dia, mês e ano (no formato DD/MM/AAAA) em que o tributo deverá ser recolhido.
Campo 15Número do Convênio ou Protocolo/Especificação da Mercadoria: será indicado o número do Convênio ou Protocolo que criou a obrigação tributária e especificada a mercadoria correspondente ao pagamento do tributo.
Campo 16Nome, Firma ou Razão Social: será indicado o nome, a firma ou a razão social, do contribuinte.
Campo 17Inscrição Estadual na UF Favorecida: o contribuinte indicará o número de sua inscrição estadual na unidade da Federação favorecida.
Campo 18Endereço Completo: será indicado o logradouro, o número e complemento do endereço do contribuinte.
Campo 19Município: será indicado o Município do contribuinte.
Campo 20UF: será indicada a sigla da unidade da Federação do contribuinte.
Campo 21CEP: será indicado o Código de Endereçamento Postal do contribuinte.
Campo 22DDD/Telefone: será indicado o número do telefone do contribuinte.
Campo 23Informações Complementares: reservado a outras informações exigidas pela legislação tributária ou que se façam necessárias.
Campo 24Autenticação: espaço para aposição da chancela indicativa do recolhimento da receita pelo agente arrecadador.
Campo 25Código de Barras: espaço reservado para impressão do Código de Barras.
Base Legal: Art. 88, caput do Convênio Sinief nº 6/1989 e; Art. 2º da Portaria CAT nº 48/2002 (Checado pela Valor em 12/01/20).

2.1) Especificações gráficas:

A GNRE obedecerá às seguintes especificações gráficas:

  1. medidas:
    1. 10,5 x 21,0 cm, quando impressa em formulário plano;
    2. 10,2 x 24,0 cm, quando impressa em formulário contínuo;
  2. será utilizado papel sulfite (apergaminhado) branco, de primeira qualidade, gramatura de 75 gramas por metro quadrado;
  3. o texto e a tarja da "Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais - GNRE" serão impressos na cor preta;

Nota Valor Online:

(3) As empresas interessadas ficam autorizadas a imprimir e comercializar a GNRE, desde que, ao imprimirem o documento, indiquem no rodapé do formulário sua razão social e o respectivo número de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) e atendam as especificações técnicas mencionadas nesse Roteiro de Procedimentos, fazendo, também, menção ao Convênio Sinief nº 6/1989.

Base Legal: Art. 88, §§ 2º e 5º do Convênio Sinief nº 6/1989 e; Art. 2º, § 1º da Portaria CAT nº 48/2002 (Checado pela Valor em 12/01/20).

2.2) Vias da GNRE:

A GNRE será emitida em 3 vias com a seguinte destinação:

  1. a 1ª (primeira) via será remetida pelo agente arrecadador ao Fisco da UF favorecida;
  2. a 2ª (segunda) via ficará em poder do contribuinte;
  3. a 3ª (terceira) via será retida pelo Fisco Federal, por ocasião do despacho aduaneiro ou da liberação da mercadoria na importação, ou pelo fisco estadual da UF destinatária, no caso da exigência do recolhimento imediato, hipótese em que acompanhará o trânsito da mercadoria.

Cada via conterá impressa a sua própria destinação na margem esquerda, observado, ainda, que as vias não se substituem nas suas respectivas destinações.

Base Legal: Art. 88, §§ 3º e 4º do Convênio Sinief nº 6/1989 e; Art. 2º, § 3º da Portaria CAT nº 48/2002 (Checado pela Valor em 12/01/20).

2.3) Códigos das UFs favorecidas:

A GNRE conterá, no verso, instruções para preenchimento e a seguinte "Tabela de Códigos de Unidade da Federação (UF)":

CódigoDescrição
01-9Acre
02-7Alagoas
03-5Amapá
04-3Amazonas
05-1Bahia
06-0Ceará
07-8Distrito Federal
08-6Espirito Santo
10-8Goiás
12-4Maranhão
13-2Mato Grosso
28-0Mato Grosso do Sul
14-0Minas Gerais
15-9Pará
16-7Paraíba
17-5Paraná
18-3Pernambuco
19-1Piauí
20-5Rio Grande do Norte
21-3Rio Grande do Sul
22-1Rio de Janeiro
23-0Rondônia
24-8Roraima
25-6Santa Catarina
26-4São Paulo
27-2Sergipe
29-9Tocantins
Base Legal: Art. 88, § 1º, I do Convênio Sinief nº 6/1989 e; Art. 2º, § 2º da Portaria CAT nº 48/2002 (Checado pela Valor em 12/01/20).

2.4) Códigos de Receita:

A GNRE conterá, no verso, instruções para preenchimento e a seguinte "Tabela de Códigos de Receita":

EspecificaçõesCódigos de Receita
ICMS Comunicação10001-3
ICMS Energia Elétrica10002-1
ICMS Transporte10003-0
ICMS Substituição Tributária por Apuração10004-8
ICMS Importação10005-6
ICMS Autuação Fiscal10006-4
ICMS Parcelamento10007-2
ICMS Dívida Ativa15001-0
Multa p/infração à obrigação acessória50001-1
Taxa60001-6
ICMS recolhimentos especiais10008-0
ICMS Consumidor Final Não Contribuinte Outra UF por Apuração10011-0
ICMS Consumidor Final Não Contribuinte Outra UF por Operação10010-2
ICMS Fundo Estadual de Combate à Pobreza por Apuração10013-7
ICMS Fundo Estadual de Combate à Pobreza por Operação10012-9
Base Legal: Art. 88, § 1º, II do Convênio Sinief nº 6/1989 e; Art. 2º, § 2º da Portaria CAT nº 48/2002 (Checado pela Valor em 12/01/20).

2.5) GNRE eletrônica:

Os Estados estão autorizada a emissão da GNRE por meio eletrônico, desde que atenda às especificações mencionadas na "nota 3" do subcapítulo 2.1 acima.

Ciente dessa autorização, no âmbito do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) , o Estado de São Paulo veio a estabelecer no artigo 2º, § 5º da Portaria CAT nº 48/2002 que a GNRE poderá ser preenchida e emitida por meio da internet, mediante programa disponível no endereço eletrônico:

  1. da Secretaria da Fazenda de São Paulo (http://www.fazenda.sp.gov.br); ou
  2. do Posto Fiscal Eletrônico (http://pfe.fazenda.sp.gov.br).
Base Legal: Art. 88, § 6º do Convênio Sinief nº 6/1989 e; Art. 2º, § 5º da Portaria CAT nº 48/2002 (Checado pela Valor em 12/01/20).

3) GNRE-Online:

No recolhimento do ICMS devido por contribuinte paulista em favor de outra Unidade da Federação (UF), exceto em relação aos Estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo, verá ser utilizada a GNRE-Online, que obedecerá ao seguinte:

  1. será emitida exclusivamente através do Portal GNRE no sitio www.gnre.pe.gov.br, com validação nos sistemas internos de cada Secretaria Estadual;
  2. será impressa em 2 (duas) e no máximo de 3 (três) vias, a critério de cada UF, exclusivamente em papel formato A4.

As vias impressas da GNRE-Online terão a seguinte destinação:

  1. a 1ª (primeira) via será retida pelo agente arrecadador;
  2. a 2ª (segunda) via ficará em poder do contribuinte;
  3. a 3ª (terceira) via, quando impressa, será retida pelo Fisco Federal, por ocasião do despacho aduaneiro ou da liberação da mercadoria na importação, ou pelo Fisco Estadual da UF destinatária, no caso da exigência do recolhimento imediato, hipótese em que acompanhará o trânsito da mercadoria.

Cada via conterá impressa a sua própria destinação na parte inferior direita do documento, observando, ainda, que as vias não se substituem nas suas respectivas destinações.

Na emissão da GNRE-Online, a respectiva Unidade Federada (UF) poderá também, exigir o código de classificação de receita estadual associado ao Código de Receita da GNRE, hipótese em que será obrigatória a sua informação.

Nota Valor Online:

(4) De acordo com o artigo 88-A, § 6º do Ajuste Sinief nº 6/1989, as disposições relativas à GNRE-Online não se aplicam aos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Base Legal: Art. 88-A, §§ 2º a 6º do Convênio Sinief nº 6/1989 (Checado pela Valor em 12/01/20).

3.1) GNRE-Online com mais de um Código de Receita:

A critério da UF favorecida, a GNRE-Online poderá ser utilizado para recolhimento de tributos com mais de um código de receita e para mais de um documento de origem, mesmo no caso de operações que envolvam destinatários distintos.

Nessa hipótese, preservado o sigilo fiscal, a GNRE-Online será acrescida de campos contendo as seguintes informações:

  1. Número de Controle: número de controle do documento gerado pela UF favorecida;
  2. UF Favorecida: sigla da UF favorecida;
  3. Data/Hora Emissão;
  4. Identificação do Emitente: CNPJ, CPF ou IE;
  5. Razão Social/Nome: razão social ou nome do contribuinte;
  6. Item: ordem de preenchimento da receita ou do documento de origem na GNRE;
  7. Dados do Item: contendo o nº do documento de origem ou período de referência e data de vencimento;
  8. Receita e Fundo Estadual de Combate à Pobreza (FECP), caso exista;
  9. Valor Principal: valor nominal histórico do tributo;
  10. Multa + Juros: valor da multa de mora ou da multa aplicada em decorrência da infração acrescida do valor dos juros de mora;
  11. Valor Total: será indicado o valor do somatório dos campos Valor Principal e Multa + Juros;
  12. Controle UF: número de controle interno da UF para o item, caso retornado, com até 20 dígitos;
  13. Total da GNRE.
Base Legal: Art. 88-B do Convênio Sinief nº 6/1989 (Checado pela Valor em 12/01/20).

3.2) Instruções de preenchimento:

A GNRE-Online, modelo 28, será preenchida observando as seguintes instruções:

  1. Denominação "Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais - GNRE-Online";
  2. UF Favorecida: Sigla da unidade federada favorecida;
  3. Código da Receita: Identificação da receita tributária;
  4. Nº de Controle: numero de controle do documento gerado pela UF favorecida;
  5. Data de Vencimento: dia, mês e ano (no formato DD/MM/AAAA) de vencimento da obrigação tributaria;
  6. Nº do Documento de Origem: numero do documento vinculado a origem da obrigação tributária;
  7. Período de Referência: mês e ano (no formato MM/AAAA) referente à ocorrência do fato gerador do tributo;
  8. Nº Parcela: número da parcela, quando se tratar de parcelamento;
  9. Valor Principal: valor nominal histórico do tributo;
  10. Atualização Monetária: valor da atualização monetária incidente sobre o valor principal;
  11. Juros: valor dos juros de mora;
  12. Multa: valor da multa de mora ou da multa aplicada em decorrência da infração;
  13. Total a Recolher: será indicado o valor do somatório dos campos: Valor Principal, Atualização Monetária, Juros e Multa;
  14. Dados do Emitente:
    1. Razão Social: Razão Social ou nome do contribuinte;
    2. CNPJ/CPF: número do CNPJ ou CPF, conforme o caso;
    3. Inscrição Estadual: número da Inscrição Estadual;
    4. Endereço: logradouro, número e complemento do endereço do contribuinte;
    5. Município: Município do domicilio do contribuinte;
    6. UF: sigla da unidade da Federação do contribuinte;
    7. CEP: Código de Endereçamento Postal do contribuinte;
    8. DDD/Telefone: código DDD e numero do telefone do contribuinte;
  15. Dados do Destinatário:
    1. CNPJ/CPF: número do CNPJ ou CPF, conforme o caso;
    2. Inscrição Estadual: número da Inscrição Estadual;
    3. Município: Município do contribuinte destinatário;
  16. Informações à Fiscalização:
    1. Convênio / Protocolo: número do Convênio ou Protocolo que criou a obrigação tributária;
    2. Produto: especificação da mercadoria correspondente ao pagamento do tributo;
  17. Informações Complementares: outras informações exigidas pela legislação tributária ou que se façam necessárias, tais como o detalhamento da receita;
  18. Documento válido para pagamento até: data limite para recolhimento da receita pelo agente arrecadador;
  19. Autenticação: chancela indicativa do recolhimento da receita pelo agente arrecadador quando o pagamento for efetivado na boca do caixa;
  20. Representação Numérica do Código de Barras: espaço reservado para impressão do Código de Barras;
  21. Código de Barras: espaço reservado para impressão do Código de Barras.
Base Legal: Art. 88-B, caput do Convênio Sinief nº 6/1989 (Checado pela Valor em 12/01/20).

3.3) Tabelas:

Quando da emissão da GNRE-Online o contribuinte deverá observar as tabelas dos subcapítulos seguintes.

Base Legal: Equipe Valor Online.

3.3.1) Códigos de Receita:

A GNRE-Online será emitida observando a seguinte "Tabela de Códigos de Receita":

EspecificaçõesCódigos de Receita
ICMS Comunicação10001-3
ICMS Energia Elétrica10002-1
ICMS Transporte10003-0
ICMS Substituição Tributária por Apuração10004-8
ICMS Importação10005-6
ICMS Autuação Fiscal10006-4
ICMS Parcelamento10007-2
ICMS Dívida Ativa15001-0
Multa p/infração à obrigação acessória50001-1
Taxa60001-6
ICMS recolhimentos especiais10008-0
ICMS Substituição Tributária por Operação10009-9
ICMS Consumidor Final não contribuinte outra UF por Operação10010-2
ICMS Consumidor Final não contribuinte outra UF por Apuração10011-0
ICMS Fundo Estadual de Combate à Pobreza por Operação10012-9
ICMS Fundo Estadual de Combate à Pobreza por Apuração10013-7
ICMS DeSTDA10014-5
Base Legal: Art. 88-A, § 1º, I do Convênio Sinief nº 6/1989 (Checado pela Valor em 12/01/20).

3.3.2) Código de Identificação da UF favorecida:

A GNRE-Online será emitida observando a seguinte "Tabela de Código de Identificação da UF favorecida":

CódigoDescriçãoUF
0290SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DO ACRE - EMISSÃO ONLINEAC
0291SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DE ALAGOAS - EMISSÃO ONLINEAL
0292SECRETARIA DA RECEITA DO ESTADO DO AMAPÁ - EMISSÃO ONLINEAP
0293SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DO AMAZONAS - EMISSÃO ONLINEAM
0294SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DA BAHIA - EMISSÃO ONLINEBA
0295SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DO CEARÁ - EMISSÃO ONLINECE
0296SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO - EMISSÃO ONLINEES
0297SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DE GOIÁS - EMISSÃO ONLINEGO
0298SECRETARIA DA FAZENDA DO DISTRITO FEDERAL - EMISSÃO ONLINEDF
0299SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DO MARANHÃO - EMISSÃO ONLINEMA
0300SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DE MATO GROSSO - EMISSÃO ONLINEMT
0301SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL - EMISSÃO ONLINEMS
0302SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DE MINAS GERAIS - EMISSÃO ONLINEMG
0303SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DO PARÁ - EMISSÃO ONLINEPA
0304SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DA PARAÍBA - EMISSÃO ONLINEPB
0305SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DO PARANÁ - EMISSÃO ONLINEPR
0306SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DE PERNAMBUCO - EMISSÃO ONLINEPE
0307SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DO PIAUÍ - EMISSÃO ONLINEPI
0308SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - EMISSÃO ONLINERJ
0309SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - EMISSÃO ONLINERN
0310SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL - EMISSÃO ONLINERS
0311SECRETARIA DE ESTADO DE FINANÇAS DE RONDÔNIA - EMISSÃO ONLINERO
0312SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DE RORAIMA - EMISSÃO ONLINERR
0313SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DE SANTA CATARINA - EMISSÃO ONLINESC
0314SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DE SÃO PAULO - EMISSÃO ONLINESP
0315SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DE SERGIPE - EMISSÃO ONLINESE
0316SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DE TOCANTINS - EMISSÃO ONLINETO
Base Legal: Art. 88-A, § 1º, II do Convênio Sinief nº 6/1989 (Checado pela Valor em 12/01/20).

4) Emissão de GNRE na favor do Estado de São Paulo:

O contribuinte de outra UF que precise emitir GNRE em favor do Estado de São Paulo deverá acessar o https://www.fazenda.sp.gov.br/guiasinternet/Gare/Paginas/Gare.aspx e seguir os passos informados. Opcionalmente, o contribuinte poderá baixar aplicativo disponibilizado pelas Sefaz/SP para emissão da mencionada guia.

Base Legal: Equipe Valor Online.

5) Emissão de GNRE na favor de outros Estados, por contribuinte paulista:

O contribuinte paulista deve observar as orientações da SEFAZ/PE, constantes no endereço eletrônico: http://www.gnre.pe.gov.br/gnre/portal/GNRE_Principal.jsp, para emissão da GNRE-Online. Quando o sistema da GNRE identificar campos com asterisco (*), estes serão de preenchimento obrigatório e serão solicitados de acordo com a receita selecionada.

Recomendamos que o contribuinte emitente (responsável pelo pagamento do tributo) verifique se o Estado de destino aceita o recolhimento por meio de GNRE, tendo em vista que algumas Unidades de Federação somente acolhem o recolhimento por meio de documento de arrecadação previsto na sua legislação interna. Nesse caso, a guia deverá ser gerada diretamente no site da Secretaria da Fazenda do Estado de destino.

Para gerar uma GNRE, basta clicar em "Gerar GNRE", no endereço eletrônico:http://www.gnre.pe.gov.br/gnre/portal/GNRE_Principal.jsp, na seção "Guia Individual".

Base Legal: Equipe Valor Online.
Informações Adicionais:

Este material foi escrito no dia 12/01/2020 pela Equipe Técnica da Valor Online e está atualizado até a legislação vigente em 12/01/2020 (data da sua última atualização), sujeitando-se, portanto, às mudanças em decorrência das alterações legais.

Não é permitido a utilização dos materiais publicados pela Valor Online para fins comerciais, pois os mesmos estão protegidos por direitos autorais. Também não é permitido copiar os artigos, materias e arquivos do Portal Valor Online para outro site, sistema ou banco de dados para fins de divulgação em sites, revistas, jornais, etc de terceiros sem a autorização escrita dos proprietários do Portal Valor Online.

A utilização para fins exclusivamente educacionais é permitida, desde que indicada a fonte:

"Valor Online. Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais (GNRE e GNRE-Online) (Área: ICMS paulista). Disponível em: https://www.valor.srv.br/matTecs/matTecsIndex.php?idMatTec=837. Acesso em: 26/01/2020."